OAB Criciúma nas Redes Sociais
Dúvidas? Envie um e-mail | contato@oabcriciuma.org.br

Conheça nossa história

Veja abaixo
Conheça nossa história

História da OAB Subseção de Criciúma

A Subseção de Criciúma da Ordem dos Advogados do Brasil iniciou a sua história em 29 de novembro de 1977, quando foi constituída oficialmente. No dia 9 de dezembro do mesmo ano, em cerimônia solene, ocorreu a sua instalação, um evento prestigiado por representantes do Judiciário, Legislativo e Executivo, além de importantes personalidades do setor privado. Uma das presenças marcantes foi a do então presidente do Conselho Federal da OAB, Raymundo Faoro, sendo aquela a sua primeira visita ao interior do país com a intenção de instalar uma subseção da OAB.

Naquela cerimônia, Faoro, ao lado do presidente da Seccional Catarinense, Aluízio Blasi, deu posse para a primeira diretoria da Subseção Criciúma, presidida pelo advogado João Henrique Bortoluzzi.

A primeira sede da OAB Criciúma foi uma sala localizada no último andar do Palácio do Estado, antigo Fórum da Comarca de Criciúma, em um espaço cedido pela Justiça Estadual. Posteriormente, as atividades foram transferidas para um imóvel cedido pelas Empresas Guglielmi, apenas alguns metros distante do Palácio do Estado, na Avenida Getúlio Vargas, onde foi possível oferecer mais serviços à advocacia. Esse local recebeu o nome de Casa do Advogado.

Anos depois, com o apoio da Seccional e da Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina (Caasc), foi adquirido o sexto andar do Edifício Crevanzi, também localizado na Avenida Getúlio Vargas, Centro da cidade. Nesse endereço a OAB Criciúma contava com salas para reuniões, auditório, sala da Caasc e uma estrutura mais reforçada para suas atividades.

E foi no ano de 2015 que a OAB Criciúma realizou uma importante conquista para a advocacia: a inauguração de sua sede própria, no Bairro Pinheirinho, ao lado do Fórum da Comarca de Criciúma. Um edifício de quatro andares, com auditório, salas para reuniões, secretaria, sala de diretoria, salão de festas e todas as instalações necessárias para dar suporte aos profissionais da advocacia.

Mas muito além de suas estruturas físicas, a OAB Criciúma, nesses mais de 40 anos de história, ganhou espaço importante tanto em sua função primordial de defesa das prerrogativas quanto no papel de instituição que preserva a lei, a ética e os direitos de todos os cidadãos.

Por meio de suas comissões temáticas, a Subseção Criciúma se faz presente em decisões que envolvem diretamente a advocacia, assim como em assuntos que são primordiais para a sociedade como um todo. Reuniões, eventos, atividades, visitas a entidades, parcerias, palestras e cursos são realizados semanalmente na sede ou fora dos nossos muros, mas sempre com a digital da advocacia criciumense e o objetivo de garantir que os direitos sejam respeitados.

A realização de grandes eventos para a advocacia é também uma das características que formam o DNA da OAB Criciúma. No ano de 1991, sediamos a “X Conferência Estadual dos Advogados Catarinenses”, evento que trouxe para a nossa cidade 14 ministros dos tribunais superiores do país, além de outros representantes do Judiciário, do Executivo e do Legislativo, como o deputado federal e advogado Ulysses Guimarães.

Em 2017, o evento volta a ser realizado em Criciúma. Agora em sua 18ª edição, e com o nome de “Conferência Estadual da Advocacia”, o encontro superou a expectativa de público ao reunir 1,8 mil pessoas nos seus três dias de palestras e painéis. E mais uma vez, nomes importantes no cenário nacional, como o ministro do STJ, Marco Aurélio Buzzi, e o jurista Celso Antônio Bandeira de Mello, marcaram presença e transmitiram seus conhecimentos ao público.

Ultrapassadas quatro décadas daquela concorrida cerimônia de instalação em dezembro de 1977, a OAB Criciúma segue construindo a sua história de luta em defesa da advocacia e da sociedade, sempre pautada na ética e na lei, respeitando as palavras que Raymundo Faoro fez questão de eternizar na ata de fundação da nossa Subseção:
“Acima dos partidos políticos e fora da política, a Ordem dos Advogados do Brasil, ao atualizar os seus compromissos profissionais, não deve esquecer, onde quer que se congreguem os advogados, que só exercem eles suas atividades se, no foro e fora dele, souberem que nossa vocação é a liberdade e o nosso vínculo mais sagrado é com o povo, do qual viemos e ao qual servimos”.

Vídeo Institucional

Assistir vídeo institucional
X

Participe das comissões

Nos envie seu contato, retornaremos o mais breve possível!